Par Perfeito: Será que estamos sendo exigentes demais?

          O perfil de exigência da maioria das mulheres está altíssimo: o alvo é um homem perfeito. Infelizmente, se ele existe, é uma rara exceção. Porém, ainda que saibamos disso, não perdemos a esperança e, sim, acreditamos que vamos encontrar agulha no palheiro. Será que não estamos exigindo demais?

     O último balanço feito pelo Censo do IBGE aponta que nós, mulheres, já somos a maioria da população brasileira. O índice não é nada reconfortante para quem busca a cara metade. “No meu consultório, as mulheres se apresentam frustradas e ansiosas em saber por que não conseguem achar um amor”, conta a terapeuta sexual e de casais Eliete Matielo.

Frustrações ainda presentes
    A experiência na área afetiva nos faz criar barreiras contra determinados perfis que um dia já nos fizeram sofrer. “Muitas projetam erros de relacionamentos anteriores nos atuais, generalizando o comportamento dos homens”, salienta. Segundo a sexóloga, a mulher tem que ter a consciência de que se boicota ao trazer consigo frustrações anteriores. A dica é entrar em uma nova busca ao parceiro ideal com hodômetro zerado, ou seja, aberta para conhecer pessoas.

    Mas quem disse que sabemos qual é o perfil compatível? “Se não está acertando é porque é hora de conhecer outros tipos. Raramente o desejado se transforma em realidade”, acredita Eliete Matielo.

Exigência X Perfeccionismo
    Existe uma grande diferença entre os exigentes e os perfeccionistas, asseguram os especialistas. “Todo perfeccionista acaba se tornando um chato”, brinca a consultora de imagem Natália Machado.

    O psicólogo Aílton Amélio da Silva, autor do livro “Relacionamento Amoroso“, sugere uma regra básica para ajudar você a desviar o foco dos defeitos. “É a regra de 5 para 1. Todo bom relacionamento está baseado em uma média de cinco qualidades para um defeito, em média. Existem épocas em que as qualidades estão mais afloradas e vice-versa”, explica.

     A mulher pode abusar do seu tradicional jogo de cintura para driblar o nível de exigência. “Homens não são tão vaidosos quanto as mulheres. Se uma mulher conhece um cara com vários requisitos legais, mas que não liga tanto para a aparência, por exemplo, ela tem total condição de dar um jeitinho para melhorar isso”, soluciona Natália.

    “Homens perfeitos não existem. Há, sim, aqueles com qualidades muito disputadas pelas mulheres, mas não quer dizer que o relacionamento com ele será ideal. Isso depende de ambos”, considera Matielo.

     E não é porque você acredita ter encontrado “o” par que terá garantido um futuro de flores e bombons. “Os relacionamentos são muito imprevisíveis, não dá para saber se vão dar certo ou não. Isso acontece porque o ser humano é muito dinâmico em seus comportamentos. Para uma relação ser bem-sucedida, a flexibilidade é um fator fundamental”, conclui a terapeuta.

                                                                     Fonte: Gigi Caravaglia – Bolsa de Mulher

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s