Diretor da CIA se demite por adultério

Gente, muito interessante essa mensagem escrita pelo Bp. Renato, eu gostei e acho que é verdade isso. Do que adianta ganhar o mundo inteiro e perder sua alma? Quando as pessoas se casam elas prometem ser uma só pessoa, como uma pessoa tem coragem de trair seu marido ou esposa que diante de DEUS foi jurado fidelidade? Leiam a matéria. bjus

 


O currículo do General David Petraeus é de fazer estremecer qualquer inimigo americano. Diretor da CIA por pouco mais de um ano até pedir demissão, nesta última sexta-feira, o General Petraeus foi instrumental na Guerra do Iraque em 2003 e nos anos seguintes.

Suas medalhas, condecorações e honras dentro e fora dos 37 anos de serviço militar lhe concederam a maior posição que um militar americano poderia alcançar. Sobreviveu a um tiro no peito de rifle M-16 e um acidente de paraquedas no qual fraturou a pélvis. Livros foram escritos sobre seu estilo de liderança, seus princípios e ética de trabalho. Homem inteligente, corajoso e disciplinado. E também adúltero.

Aos 60 anos de idade, o General Petraeus pediu demissão ao Presidente Obama dizendo em sua carta: “Após ser casado por 37 anos, eu tive um caso extraconjugal. Esse tipo de comportamento é inaceitável, tanto para um marido como para o líder de uma organização como a nossa.”

Para observadores, a óbvia questão: Como pode alguém de tamanha capacidade e inteligência, e em um cargo tão alto, depois de tantos anos de casamento, pôr tudo a perder por causa de uma mulher?

E como pode. Na verdade, a história mostra que quanto mais poder um homem tem, maior é a probabilidade de trair a sua esposa. A sensação de invencibilidade, autoimportância e autoridade — somada ao fato de ser o centro das atenções — é quase sempre um coquetel fatal para o ego masculino.

Petraeus entra para a lista dos grandes líderes que conquistaram o mundo, mas perderam a guerra contra si mesmos. Homens que não souberam blindar o casamento.

“Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” 1 Coríntios 10.12

Essa triste queda de um herói serve de aviso para todos nós homens: • Não confiar em si mesmo • Não dar liberdade para outras mulheres, uma vez que somos casados (Petraeus teve um caso com sua biógrafa) • Não achar que nosso sucesso nos dá o direito de sairmos ilesos de um caso extraconjugal

A guerra contra nós mesmos é a mais importante de vencer.

Bispo Renato Cardoso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s