Eu sou o mensageiro – MarKus Zusak

     “Às vezes as pessoas são bonitas. Não pela aparência física, não pelo que dizem … Só pelo que são.”

     Ler é muito bom, eu pessoalmente, amo ler! Essa semana terminei mais um livro do mesmo escritor da menina que roubava Livros, o MarKus Zusak , chamado “Eu sou o Mensageiro” , ele é mais antigo, porém, não muitas pessoas o conhecem. Eu gostei muito do livro, a idéia principal é muito interessante e é um livro com uma lição de moral implícita, (adoro esse tipo de livro ) ;D

     Ed Kennedy era um taxista com uma vida pacata e sem ambições para o futuro, era um zero à esquerda na verdade.  Até que ocorre um imprevisto, ele está em um banco, que está sendo assaltado e através de uma pequena atitude ele  detém  o assaltante e ajuda a policia. Depois desse dia, a vida de Ed Kennedy mudou por completo, ele passa a receber cartas de baralho que indicam endereços que ele deve visitar,  ao visitar esses endereços ele percebe que as pessoas precisam de ajuda, não algo que ele deve fazer por elas, mas uma coisa muito importante também, uma mensagem que ele deve passar para elas.

Então Ed começa a ajudar as pessoas a sua volta e principalmente, começa a gostar de fazer isso. Ele se apega as pessoas.

     Eu adorei o Livro, achei lindo, e através dele o escritor mostra que as pessoas podem fazer pouco pelo próximo, mas esse pouco pode ser muito para quem recebe e principalmente, pode ajudar a pessoa com algo que ela não está conseguindo fazer. Se todos fizessem um pouco pelo próximo e houvesse uma corrente do bem, o mundo com certeza seria muito melhor.

     No decorrer do livro Ed passa por situações muito agradáveis, quando vai ajudar Mila, que está há anos esperando seu marido que foi para guerra, ou Sophie, a linda corredora descalça,  ou a bela família que ele acende as luzes de natal para eles, ou até mesmo o Padre, que ele quer encher a igreja; na parte do Padre eu ri bastante, por que ele faz uma festa na igreja e distribui cerveja grátis rsrs.

     Tiveram também os momentos ruins, por exemplo o caso da Rua Edson, de um marido bêbado, uma esposa desconsolada e uma menininha triste, as surras que ele tomou, a descoberta da mãe dele, e porque ela o odiava tanto, porém no decorrer das missões ele percebe que além de estar ajudando as pessoas, ele principalmente, esta sendo ajudado!

     As últimas pessoas da sua missão, são nada menos que seus melhores amigos, Marv, Audrey e Ritchie – Aí ele percebe que não conhecia quem estava mais perto dele.

     A única coisa que não me agradou muito no livro, talvez por eu ser uma chata – não sei rsrs, foi que ele tem muitas gírias, alguns palavrões – eu não curto muito isso em livro.

Mas é bem legal, para quem gosta de ler, acrescente esse livro na sua lista de próximas leituras!

                 ;D — quem já leu, deixe aqui seu comentário à respeito do livro —- ;D

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s