Diretor da CIA se demite por adultério

Gente, muito interessante essa mensagem escrita pelo Bp. Renato, eu gostei e acho que é verdade isso. Do que adianta ganhar o mundo inteiro e perder sua alma? Quando as pessoas se casam elas prometem ser uma só pessoa, como uma pessoa tem coragem de trair seu marido ou esposa que diante de DEUS foi jurado fidelidade? Leiam a matéria. bjus

 


O currículo do General David Petraeus é de fazer estremecer qualquer inimigo americano. Diretor da CIA por pouco mais de um ano até pedir demissão, nesta última sexta-feira, o General Petraeus foi instrumental na Guerra do Iraque em 2003 e nos anos seguintes.

Suas medalhas, condecorações e honras dentro e fora dos 37 anos de serviço militar lhe concederam a maior posição que um militar americano poderia alcançar. Sobreviveu a um tiro no peito de rifle M-16 e um acidente de paraquedas no qual fraturou a pélvis. Livros foram escritos sobre seu estilo de liderança, seus princípios e ética de trabalho. Homem inteligente, corajoso e disciplinado. E também adúltero.

Aos 60 anos de idade, o General Petraeus pediu demissão ao Presidente Obama dizendo em sua carta: “Após ser casado por 37 anos, eu tive um caso extraconjugal. Esse tipo de comportamento é inaceitável, tanto para um marido como para o líder de uma organização como a nossa.”

Para observadores, a óbvia questão: Como pode alguém de tamanha capacidade e inteligência, e em um cargo tão alto, depois de tantos anos de casamento, pôr tudo a perder por causa de uma mulher?

E como pode. Na verdade, a história mostra que quanto mais poder um homem tem, maior é a probabilidade de trair a sua esposa. A sensação de invencibilidade, autoimportância e autoridade — somada ao fato de ser o centro das atenções — é quase sempre um coquetel fatal para o ego masculino.

Petraeus entra para a lista dos grandes líderes que conquistaram o mundo, mas perderam a guerra contra si mesmos. Homens que não souberam blindar o casamento.

“Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” 1 Coríntios 10.12

Essa triste queda de um herói serve de aviso para todos nós homens: • Não confiar em si mesmo • Não dar liberdade para outras mulheres, uma vez que somos casados (Petraeus teve um caso com sua biógrafa) • Não achar que nosso sucesso nos dá o direito de sairmos ilesos de um caso extraconjugal

A guerra contra nós mesmos é a mais importante de vencer.

Bispo Renato Cardoso

Anúncios

O que preciso para produzir um conteúdo viral?

Uma boa ação de marketing, atualmente, não marca época se não for considerada um viral

A tarefa de criar um conteúdo atraente e de qualidade já não é uma tarefa das mais fáceis, principalmente com os críticos de plantão. Imagina então precisar criar um conteúdo de qualidade, seja ele áudio, texto ou vídeo, e, além disso, fazer com que ele se torne um viral.

Squirrel s with Lightsabers viral videos 373181 500 333 O que preciso para produzir um conteúdo viral?

É uma tarefa difícil? Sim, muito, mas não impossível. Para início de conversa, precisamos compreender o conceito de viral dentro das mídias sociais. Um conteúdo viral é aquele capaz de despertar o instinto de compartilhamento no usuário, onde ele se vê quase que obrigado a compartilhar, retwittar, postar, curtir e comentar.

E como despertar esse instinto? A resposta é mais simples do que parece: com conteúdo que desperte dúvidas, incertezas e as mais variadas emoções – que pode variar desde o humor, passando pela ternura por aquele vídeo de um gato fazendo gracinhas ou de crianças chorando por causa de formiguinhas, chegando até a indignação.

Veja alguns pontos que vale a pena se atentar:

Trabalhar o senso coletivo

Não adianta encontrar um assunto que agrade apenas um grupo de pessoas, é preciso encontrar temas que sejam comuns à sociedade, ou, pelo menos, a grande maioria. O grande segredo do viral é a identificação, se o usuário se vê retratado ali, com certeza será um motivo a mais para compartilhá-lo;

Gerar questionamento

Será que é isso mesmo que ele quis dizer/fazer? É essencial saber gerar discussão entre os usuários que terão contato com o conteúdo, porque assim ele será assunto por um bom tempo nas rodas de discussão;

Referências atuais e autenticidade

Apresentar o conteúdo de forma inovadora, porém, tentar trabalhar alguns assuntos que estão em alta no momento. Mas tome cuidado, não confunda apoio com cópia. Ninguém gosta de ver o mesmo conteúdo duas vezes;

Onde e para quem divulgá-lo

O primeiro passo é essencial para uma campanha viral. Mais do que onde divulgá-lo você precisa ter pessoas que estejam dispostos a aderir à sua causa. Muitas pessoas, mesmo que não sendo famosas fora das mídias, possuem grande influência e podem auxiliar no engajamento.

Fonte: Midia Social

Kaiser anuncia patrocínio Master ao CQC da band

     Kaiser, a cerveja bem cervejada, que agora é produzida pela Cervejaria Heineken, continua apresentando novidades depois de seu reposicionamento. A marca desbanca a concorrência e torna-se a patrocinadora master do programa CQC, que é transmitido para todo Brasil e será um dos canais de comunicação direto da Kaiser com seu público.
Em sua nova fase, a Kaiser identifica-se com o perfil do programa CQC – que exibe humor de conteúdo inteligente – e foi o canal escolhido para mostrar aos consumidores suas plataformas e novidades. Os próprios apresentadores levarão mensagens criativas e diferenciadas diretamente ao público da marca.
     “O CQC trouxe para o mercado uma forma diferenciada e divertida de fazer merchandising. Como as vinhetas de patrocínio são bem humoradas e feitas pelos próprios apresentadores, o telespectador não se cansa e nem quer mudar de canal. Para nós é mais do que uma oportunidade de exposição de marca, é um ótimo canal para divulgação de conteúdo”, conta Vanessa Brandão, gerente da marca Kaiser.
      “Kaiser mudou, agora é produzida pela cervejaria Heineken e foi relançada adotando uma postura mais ousada. Acreditamos no CQC como sendo um importante parceiro na transmissão dessa nova atitude, pois possui uma audiência qualificada e um público formador de opinião. Iremos nos aproximar dos nossos consumidores, levando novidades em um novo formato, que tem total identificação com a marca”, explica Mariana Stanisci, diretora de marcas mainstream da cervejaria Heineken.
     Além de inserções durante o CQC, a marca terá visibilidade no site, exibição de comerciais nos intervalos do programa e visibilidade durante a programação para a chamada do CQC.

Subway lança novo sabor de sandwiche e aposta nos preços baixos

     O Brasil é o país onde a Subway mais cresce. Só no ano passado, abriu mais de 200 unidades em todas as regiões. A rede tem um plano de expansão ambicioso até 2016 e tem investido forte no consumidor brasileiro. Desde 2003, quando voltou a operar no país, a rede já criou três sabores focados no paladar local. O primeiro foi o Frango com Cream Cheese, que ganhou a preferência dos clientes virando um dos sabores mais vendidos. Isso fez com que o sabor garantisse o seu lugar no cardápio como sabor regular.


     O segundo sabor que veio, também com o foco no consumidor da qui, foi lançado no final de 2011. O sanduíche de carne com sabor de churrasco ficou em teste no Rio de Janeiro por oito semanas e já na primeira bateu as vendas do esperado para todo o período. Hoje ele é vendido em todas as unidades Subway do país com um resultado 15% superior ao esperado inicialmente.
Para seguir com essa preocupação no mercado interno, a rede lançou no começo de março um novo sabor que vem para incrementar a promoção do Baratíssimo (onde o sanduíche é vendido pelo valor de R$5,95): o Frango Marinara vem com um delicioso steak de frango e um molho marinara (a base de tomate, azeite e alho) . A nova opção fica no menu até o dia 30 de abril e a Subway tem uma expectativa de 20% no aumento de suas vendas até o fim dessa promoção.
     “A empresa é focada no paladar e na preferência do brasileiro, a Subway busca a cada dia aproximar seu cardápio do gosto dos seus clientes. Com esse novo sabor, que começa já com um preço reduzido, a intenção é que mais pessoa s conheçam os nossos restaurantes”, afirma Leandro Florio, gerente de marketing da rede no Brasil.
O cardápio da rede conta com 17 diferentes tipos de recheio, que podem formar mais de seis milhões de combinações diferentes para o sanduíche. Todas as opções podem ser feitas com queijo prato, suíço ou cheddar, com vegetais: alface, tomate, cebola roxa, pimentão, pepino em conserva e azeitonas pretas e seis tipos de pão: queijo, gergelim, italiano branco, parmesão com orégano, integral e integral com aveia e mel.
     Presente em 97 países, a marca já tem mais de 800 unidades no Brasil, onde os consumidores encontram lanches preparados na hora, com ingredientes frescos escolhidos por eles mesmos e sem frituras. A expansão no País continuará no mesmo ritmo, o número total de restaurantes abertos esse ano será de aproximadamente 250 restaurantes.

CONSUMO NO BRASIL DEVE SUPERAR UM TRILHÃO DE REAIS EM 2012

     O consumo no Brasil deve crescer 13,5% em 2012 na comparação com 2011, atingindo R$1,3 trilhão, o equivalente a 30% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, segundo estimativas do Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do Ibope Inteligência.

A região Norte é a que tem o maior potencial de expansão, de 26,5%.

Na sequência aparecem as regiões Nordeste (24,1%), Sul (19,7%), Centro-Oeste (19,4%) e Sudeste (6,5%).

Atualmente, a região Norte, com 8,4% da população, representa apenas 5,2% do consumo no País.

As regiões que apresentam o maior consumo são a Sudeste, com 42% da população e 53,5% do consumo, e a Sul, com 14,3% da população e 16,4% do consumo.

Potencial de consumo por classe

As classes A e B absorvem acima de 50% do consumo na maior parte dos grupos pesquisados pelo Pyxis Consumo. A classe A, que ocupa 2,6% dos domicílios brasileiros, se destaca principalmente pelo consumo de CDs e DVDs (27,3% do total de consumo dessa categoria), produtos financeiros (25,7%), artigos de decoração (25,3%) e aquisição de veículos (25%).

Combustível e ensino são os principais gastos da classe B, que representa 58,3% do consumo de cada um desses grupos. Cinema (54,6%), serviços automotivos (53,8%) e artigos esportivos (53%) são outros produtos consumidos majoritariamente por esta classe.

Metade do consumo com tabaco e acessórios é realizada pela classe C, assim como praticamente carnes e derivados, mercearia e matinais. As classes D/E têm maior participação no consumo de produtos de mercearia e cigarros (13% em cada um desses mercados). As duas classes também representam 12% do consumo de calçado infantil, matinais e carnes e derivados.

Sobre o Pyxis Consumo

O Pyxis Consumo é uma base de dados que apresenta o potencial de consumo (demanda) por família ou grupo de produtos de todos os municípios brasileiros. Esta base permite ao usuário identificar diferenças entre 21 setores disponibilizados, quatro classes socioeconômicas (A, B, C, D/E) e 50 grupos de produtos.

Sobre o Ibope Inteligência (www.ibope.com/pyxis/)

O Ibope Inteligência é uma organização do Grupo Ibope que contribui para seus clientes terem conhecimento e compreensão adequados da sociedade e dos mercados onde atuam, auxiliando na tomada de decisões táticas e na elaboração de estratégias no planejamento de negócios. Seu diferencial está baseado em uma equipe multidisciplinar integrada, profissionais altamente qualificados e especialistas no conhecimento do cidadão e do consumidor.

Fonte: Ana Paula Stroher, Rose Guirro e Willian Fernandes | Ketchum Estratégia | (GC)

Aplicativos estão roubando seus dados

     Gentee, deem uma lida nessa matéria! é muito sério isso! Você tem o celular com Android? Eu tenho, por isso fiquei preocupada!! Ainda bem que eu não baixei esse ninja aii! rsrs mas será que tem algum outro aplicativo? me digam oq vocês acham e se vocês sabem de mais alguma coisa!

     Muitos dos aplicativos grátis mais baixados no Marketplace para Android estão repassando as informações condifenciais dos usuário para empresas publicitárias.

 
 
       Alguns dos apps mais populares como “Fruit Ninja” estão enviando dados para a MobClix, de acordo com a empresa de segurança de dados MWR Security. Ainda não se sabe se a empresa está fazendo algo com os dados recebidos, o que se sabe é que ela pode estar recebendo informações que vão da lista de contatos do usuário à sua localização.
 
“Eles estão vigiando e seguindo vocês, estão recolhendo informações sobre seus amigos, sobre os lugares pelos quais vocês andam e suas preferências”, afirmou a vice-presidente da Comissão Europeia, Viviane Reding, em uma entrevista para a Channel 4 do Reino Unido.
 
Os “hackers éticos” que trabalham para a MWR Security descobriram que os dados da empresa estavam sendo desviados através de um código de computador que está presente em mais de 50 apps. As informações como caléndario, a lista de e-mails e números de telefones dos contatos, assim como a localização da empresa foram parar nas mãos da MobClix.
 
A empresa de propaganda foi procurada pela equipe da Channel 4, no entanto, o canal não obteve resposta sobre o que a empresa está fazendo com as informações e se estão sendo armazenadas.
 
“Se os usuários soubessem disso, acho que ficariam preocupados, mas por enquanto acredito que não estão a par da situação e de como suas informações podem ser usadas”, afirmou a MWR Infosecurity.
 
As informações são do Daily Mail.