Convênio deve ser escolhido antes da Gravidez

Segundo a lei, o tempo máximo de carência para cobrir o parto é de 300 dias. Mãe deve se planejar com antecedência

Você está se programando para um bebê? Procure um convênio antes da decisão! é muito importante você ter um bom convênio para te acompanhar nesse momento tão especial! 
 
Escolher um convênio também não é uma tarefa fácil. Um dos principais cuidados que os pais devem ter é com o tempo de carência estipulado. Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), reguladora dos planos de saúde do Brasil, o prazo máximo estabelecido pela lei é de 300 dias após a contratação do serviço, ou seja, cerca de 10 meses. Por isso, é importante planejar isso antes da gestação. Caso contrário, não há garantias de que você vai conseguir fazer o parto pelo convênio no local desejado.
 
Obrigações do plano de saúde
Para quem prefere não usar o Sistema Único de Saúde (SUS), contratar um convênio é uma opção para fazer frente às altas despesas da gravidez. Nos planos ambulatoriais e nos planos hospitalares com obstetrícias, é obrigatória a cobertura das consultas pré-natal – e de todos dos exames solicitados, depois de 180 dias de carência.
Na hora do parto, os planos também devem cobrir, além do procedimento, a internação e a assistência anestésica e pediátrica na hora do parto. De acordo com a ANS, também é obrigação do convênio cobrir as despesas de um acompanhante durante os períodos pré-parto, parto (que inclui basicamente as roupas utilizadas na sala) e pós-parto imediato, 48 horas após o nascimento.
Se for necessário, o bebê deve contar com uma UTI neonatal pelo tempo que for estipulado pelo médico. É importante conferir se o hospital permite a presença permanente da mãe no local.
Não se esqueça de colocar o bebê como dependente na cobertura do plano no máximo até 30 dias após o nascimento. Isso evita que haja carência ou alegação de doença preexistente.
 
Opcionais
Dependendo da maternidade, você ainda pode optar por diversos serviços e procedimentos, como parto domiciliar, parto na água, assistência de doulas e enfermeiras. Antes de decidir, confira se o seu convênio cobre essas opções. Quem escolher fazer o parto com um obstetra particular também deve ficar atenta aos custos da equipe médica.
Alguns aspectos podem pesar na hora de escolher o local, como a UTI adulta, exames e vacinas. Antes de decidir, questione o que é oferecido pela maternidade.
Em alguns casos, você pode contar com um serviço de hotelaria diferenciado, com conforto extra e suítes com quarto e sala separados. Há também hospitais que oferecem a possibilidade de transmitir o parto via internet. Com tudo bem pesquisado, seu bebê vai ter um nascimento de novela, e você não vai sentir tanto no bolso.
Anúncios

Mulheres x Celulite : e comece a guerra!!!

     Não existe mulher que não reclame de celulite. Esse é um problema crônico que não tem cura. E nós mulheres estamos, sim, mais propensas a ter os temidos furinhos na pele.

     Alguns fatores podem ser considerados causas da celulite, como a má alimentação, falta de exercícios físicos, estresse, problemas hormonais, problemas circulatórios e até a genética. O cigarro é outro veneno que provoca o surgimento do problema e deve ser evitado. Dependendo de seu grau, a celulite pode ter até quatro estágios.

     Apesar de não ter cura, alguns tratamentos contra celulite podem ajudar a amenizá-la. O uso de cremes contra o processo inflamatório, drenagens linfáticas e o tratamento de carboxiterapia são eficientes. Na alimentação, evite queijos amarelos e embutidos, produtos industrializados e refrigerante em excesso. Mesmo os refrigerantes zero são prejudiciais, já que estão repletos de sódio na fórmula.

Praticar exercícios aeróbicos também ajuda a reduzir a celulite. Aposte em corrida, bicicleta, natação e pular corda. Além de queimar pneuzinhos, esses exercícios são eficientes contra os furinhos. Conheça outras dicas para cuidar de sua saúde e bem-estar.

 

Veja abaixo as dicas para acabar com a celulite!!

 

Exercicíos para a mente!! Ative sua memória!!

Genteem!! Se vocês estão como euu!! Com a memória DAQUELE jeito, não lembra nem o que comeu na janta! kkk vale a pena realizarem esses testes!! São muito legais e vão te dar uma ajudinha nesse esquecimento!! São uns testes complicados hem!! Mas vale a pena parar alguns minutinhos para tentar fazê-los!! Rápido e sem errar hem galera! Não vale trapacear!! kkk Depois me falem aqui no blog se vocês conseguiram realizar todos os testes e se te ajudaram a exercitar o cérebro!!

1º EXERCÍCIO (MOLEZA)

Diga em voz alta quais são as cores em que cada palavra está pintada – mas tome cuidado para não dizer a palavra! Exemplo: se a palavra “preto” está em azul, diga “azul”.   

        

2º EXERCÍCIO (TÁ COMEÇANDO A DIFICULTAR)

Os exercícios de subtração ajudarão a manter a mente focada toda vez que você precisar.    

3º EXERCÍCIO (EXPERT)

No quadro acima, há muitos símbolos diferentes que se repetem. Você deve contar quantas vezes cada imagem destacada logo abaixo do quadro aparecem. Detalhe: use apenas 30 segundos para contar cada uma!

Sexo na gravidez é seguro?

 

Desde o primeiro dia da gestação o corpo da mulher começa a se transformar e receber sensações novas. Assim como a mente da futura mamãe. Tudo é novidade!

Nos primeiros meses, é comum sentir náuseas, dor nas costas, vômitos, cansaço e seios doloridos, e diante desse quadro, muitas mulheres podem perder a vontade de ter relação sexual com seu parceiro por medo de prejudicar a formação do bebê, por falta de vontade causada pela diminuição da libido ou até mesmo por vergonha do próprio corpo que está em formação.

“Para alguns casais a vontade de ter relação sexual muda na gestação. Na grande maioria das vezes, isso está relacionado ao psicológico e ao medo dos casais em prejudicar o bebê. Isso é errado, uma vez que o feto não é atingido pela prática. Pode ser feito em qualquer posição desde que a grávida se sinta confortável” afirma a ginecologista Cláudia Leitão.

Para a maioria dos homens, as mudanças trazidas pela gravidez são um novo estímulo para praticar o ato sexual. Os seios incham e surgem novas curvas no corpo da mulher, além de ela deixar de ser apenas a “mulher” e agora, passa a ser “mãe”, geradora de um ser. Todas essas mudanças mexem no psicológico do homem, o que pode fazê-lo ter mais desejo. “A gestação faz aumentar a vascularização da vulva, que fica mais edemaciada e úmida. Isso favorece o prazer tanto do homem quanto da mulher. Ser sexualmente ativo durante a gestação é saudável e aumenta o vinculo afetivo entre o casal”, explica a Dra. Tânia Valladares, ginecologista e obstetra.

O sexo só é proibido ou restrito em algumas situações como sangramentos durante a gestação, patologia obstétrica, deslocamento da placenta, risco de aborto, perda de líquido amniótico entre outros casos. “Em casos especiais o sexo acaba sendo contraindicado, mas se a mulher não está tendo nenhuma complicação durante a gestação não há porque evitá-lo” argumenta a ginecologista e obstetra Dra. Tânia Vasconvellos. Por isso, o acompanhamento com o médico é essencial para uma gestação ainda mais saudável.

 Bolsa de Bebê

Uma vida sexual ativa deixa a saúde em dia e astral lá em cima

 

Imagine conquistar uma pele de porcelana, perder algumas calorias, renovar as energias e mandar o estresse embora em apenas alguns minutos? E o melhor, conquistar tudo isso a dois. Não que seja necessário, mas o sexo traz benefícios que vão além do orgasmo. “A sexualidade é um dos parâmetros utilizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para avaliar a qualidade de vida dos indivíduos   Sexo é um potente remédio natural, sem contraindicações. Só requer cuidados básicos como o uso de camisinha”,  comenta Miriam Fontana, ginecologista, terapeuta sexual e palestrante do Rio grande do Sul. Saiba o que algumas noites de amor com o seu parceiro podem fazer pela sua saúde.

No shape Quem nunca terminou uma transa extremamente suada? Pois bem, esse é o sinal que confirma o que você já imaginava: sexo emagrece. “Dá para enxugar até 150 kcal, o que corresponde a 20 minutos de caminhada. Consequentemente, diminui a concentração de gordura corporal, trazendo uma série de outros benefícios para a saúde”, revela a ginecologista.

Saúde de ferro Manter-se sexualmente ativo pode render de cinco a dez anos a mais de vida. “Mantendo três ou mais relações sexuais por semana, diminui em metade o risco de infarto agudo do miocárdio além da conquista do aumento de 30% da imunoglobulina A, responsável por fortalecer as defesas corporais. Com um sistema imunológico resistente, o risco de contrair doenças cai bastante”, garante. Nos homens, reduz o risco de câncer de próstata. “A ejaculação diminui os elementos cancerígenos que se acumulam no fluido seminal, prevenindo assim, a doença”, explica.

Corpo e mente sãos Não é apenas o amor que a deixa relaxada após uma noite de puro romance. Os neurotransmissores presentes no seu organismo tem tudo a ver com isso. “Fazer sexo aumenta a produção de endorfina e serotonina, responsáveis pela sensação de prazer e bem estar, redução do estresse e da ansiedade”, diz a médica.

Bela e belo adormecidos Os mesmos neurotransmissores que dão um chega para lá na ansiedade e nas tensões do dia a dia deixam você e ele mais relaxados. “Por isso, também regulam o sono”, completa Fontana.

Pele de seda Quando suas amigas brincam que você só pode estar apaixonada por causa do brilho da sua pele, parece até piada. Mas acredite, isso tem explicação fisiológica. “A atividade sexual aumenta a circulação sanguínea, deixando-a renovada. Como consequência, ocorre uma maior oxigenação das células da epiderme. Além disso, o nosso estado de espírito fica lá em cima e isso se reflete na pele”, explica.

Barriguinha Tanquinho!! Dieta do DNA é novidade para secar gorduras e detectar doenças

Estudo dos genes indica cuidados personalizados e eficazes para emagrecer

por Ana Flora Toledo
Dieta do DNA é novidade para secar gorduras e detectar doenças title=

Você deve ter ouvido falar da dieta do tipo sanguíneo. Ela era a última moda no mundo das dietas, prometendo ser capaz de indicar a alimentação e os exercícios necessários para emagrecer grupos de pessoas com sangue dos tipos O, A, B e AB. Pois bem, ela era a última moda! A novidade agora é a dieta do DNA, que anuncia ser muito mais eficaz.

“Quando você analisa um exame de sangue, ele não é extremamente confiável, uma vez que os resultados podem mudar com o passar dos anos ou mesmo dependendo do que a paciente comeu no dia. Já quando você estuda os genes de um bebê, eles serão os mesmos quando a pessoa for adulta. Isso faz com que seja possível detectar características próprias de cada indivíduo, permitindo um estudo capaz de indicar a dieta ideal e personalizada que vá solucionar um problema isolado”, conta o médico nutrólogo Máximo Asinelli, que explica como funciona esse mapeamento genético.

“Através da saliva o médico realiza um exame que em cerca de 20 dias úteis mostra ao especialista o resultado da análise. O médico tem acesso a todas as características genéticas da pessoa e observa alguns genes em especial, capazes de indicar mutações que favoreçam a obesidade e as doenças relacionadas a ele, a compulsão alimentar e ainda a capacidade de quebra de gordura de cada organismo”.

Com isso é possível entender o motivo de algumas pessoas comerem pouco ou fazerem atividade física com frequência e mesmo assim apresentarem peso muito elevado. “Sabendo disso, o médico pode indicar qual o tipo de gordura possível de consumir para não engordar e ainda planejar a atividade física ideal para trabalhar a área mais carente do corpo”, orienta o especialista em nutrigenômica. Ele lembra ainda que doenças genéticas não têm cura, mas por meio desse mapeamento é possível manter a qualidade de vida.

Médicos de todo o Brasil já estão adotando o método, mas ainda sem cobertura de grande parte dos planos de saúde. Para as interessadas, basta procurar um profissional que tenha o equipamento necessário para coleta de saliva e buscar informação sobre custos do tratamento. “É preciso frisar que não é apenas uma dieta, mas também uma avaliação médica, que pode inclusive prescrever medicamentos para auxiliar no emagrecimento e na manutenção da saúde, uma vez que é capaz de detectar problemas como diabetes, hipertensão, colesterol alto e problemas cardiovasculares”, finaliza Asinelli.

Cuidado com os falsos “alimentos saudáveis” como a barrinha de cereal

Regimes ditos milagrosos que prometem a perda rápida de peso sem uma orientação
de um profissional são sempre um risco para a saúde. Uma das atitudes mais
comuns de quem quer emagrecer rapidamente é ir ao supermercado e comprar uma
série de opções aparentemente saudáveis, como barrinhas de cereais, sopas
instantâneas, adoçante e sucos de caixinha. Supostamente benéficos à dieta,
muitas vezes esses produtos são, na realidade, “falsos” alimentos
saudáveis.

“Basear-se em itens industrializados com alegações de
marketing emagrecedor é um grande erro. O ideal é consumir alimentos naturais e
deixar os industrializados para situações de emergência, sempre procurando
limitar sua quantidade”, alerta o nutrólogo Dr. Celso Cukier do Hospital e
Maternidade São Luiz.

Longe de serem “light”, muitos desses produtos
trazem altas concentrações de açúcar, sódio e gordura. Muitas pessoas compram
esses produtos sem se preocupar em olhar as informações nutricionais contidas no
verso. Com isso, os consumidores acabam ingerindo nutrientes prejudiciais ao
organismo sem perceber, ultrapassando muito a quantidade máxima diária
recomendada.

“O rótulo é nosso principal aliado, mas faltam programas
educacionais orientando como analisá-los”, explica. É preciso ficar atento
principalmente às informações referentes a carboidratos, proteínas, gorduras,
colesterol, fibra e sódio.

Barrinhas de cereais normalmente entram na
sacola de muitas mulheres que pensam em emagrecer e levar uma vida mais
saudável, evitando as frituras e entrando no mundo dos cereais. Mas elas, muitas
vezes, estão enganadas diante da sua escolha. Para ficarem mais gostosas e
atraentes muitas das barrinhas têm coberturas de chocolate, mousse de limão,
mel, açúcar refinado entre outros alimentos. Neste caso, o nutrólogo orienta a
procurar frutas desidratadas (como damasco, ameixa, uva passa) e sementes
oleaginosas (castanhas, amêndoas e nozes). Quanto mais evitar alimentos
industrializados, melhor. Segundo o Dr. Celso Cukier, a ingestão de água ajuda a
hidratar o corpo além dos diversos benefícios que proporciona à nossa saúde. Ela
é indispensável na vida de qualquer pessoa.

“Outra cilada é a bolacha
água e sal. Considerando que cada bolacha tem uma média de 30 calorias, quatro
unidades equivalem ao mesmo valor calórico de um pão francês, mas com uma
quantidade muito superior de gordura”, explica o nutrólogo.

Os “falsos”
alimentos saudáveis não são proibidos. Se por ventura um dia você esquecer de
preparar algo natural, não precisa evitar comer as barrinhas de cereais, mas
tente ao máximo levar alimentos de casa ao invés de comprar os industrializados.
“Já para perder peso, a receita é associar restrição calórica e atividade
física”, finaliza Cukier.

bolsa de mulher