Cretino e Cretina Irresistível

 

      Olá a todos!! Não se assustem com o título desse POST, é o nome de dois livros que eu li na semana passada, o primeiro é o “Cretino Irresistível” e depois a continuação com a “Cretina Irresistível”.
      Para mim o livro já começa ótimo pela ideia mega criativa do nome da autora do livro, isso mesmo, já é legal desde aí, por que ele foi escrito por duas mulheres, uma chamada Christina e a outra é a Lauren, então elas deixaram o pseudônimo como Christina Lauren.
      O Cretino Irresistível é um sex-seller que conta a história de uma casal muito caliente que trabalham juntos em uma agência de Propaganda. Bennet Ryan é um mega gato, perfeito e cretino. Ele é extremamente arrogante e insuportável e pior, chefe de Chloe Mills, que é uma estagiária ambiciosa que está terminando seu projeto para apresentar na MBA.
      No decorrer do livro Bennet provoca Chloe todos os dias no trabalho e ela não o suporta! Mas dessas faíscas começa a sair fogo e eles passam a passar por momentos muito sensuais na empresa, loja de lingerie, casa dos pais, e muitos outros lugares inusitados. O engraçado é que um odeia o outro mas nenhum dos dois conseguem evitar, quando estão juntos, tem algo mais forte que domina suas mentes.
     Uma viagem que fazem a trabalho faz com que a relação suba um nível e agora estão extremamente apaixonados um pelo outro. O Próximo livro “Cretina Irresístivel” é a continuação dessa história de amor e sexo com muitas loucuras e romantismo.  
 
     Eu adorei os dois livros, a história é muito divertida, é muito romântica e sensual no ponto certo, não achei nada vulgar e aquelas esquisices que aparecem em alguns livros. Eu só achei ele um pouco idealista, com algumas coisas que acabam fugindo um pouco, muito perfeitinho. Talvez isso deixe as leitoras mais entusiasmadas por ser perfeitamente feminista.
    
     Eu super indico para quem gosta desse tipo de leitura e quiser adoçar um pouco mais o dia rsrsrs. Quem já leu comenta aqui o que achou.
 
Espero que tenham gostado do post bjinhos ;* !

Sexo na gravidez é seguro?

 

Desde o primeiro dia da gestação o corpo da mulher começa a se transformar e receber sensações novas. Assim como a mente da futura mamãe. Tudo é novidade!

Nos primeiros meses, é comum sentir náuseas, dor nas costas, vômitos, cansaço e seios doloridos, e diante desse quadro, muitas mulheres podem perder a vontade de ter relação sexual com seu parceiro por medo de prejudicar a formação do bebê, por falta de vontade causada pela diminuição da libido ou até mesmo por vergonha do próprio corpo que está em formação.

“Para alguns casais a vontade de ter relação sexual muda na gestação. Na grande maioria das vezes, isso está relacionado ao psicológico e ao medo dos casais em prejudicar o bebê. Isso é errado, uma vez que o feto não é atingido pela prática. Pode ser feito em qualquer posição desde que a grávida se sinta confortável” afirma a ginecologista Cláudia Leitão.

Para a maioria dos homens, as mudanças trazidas pela gravidez são um novo estímulo para praticar o ato sexual. Os seios incham e surgem novas curvas no corpo da mulher, além de ela deixar de ser apenas a “mulher” e agora, passa a ser “mãe”, geradora de um ser. Todas essas mudanças mexem no psicológico do homem, o que pode fazê-lo ter mais desejo. “A gestação faz aumentar a vascularização da vulva, que fica mais edemaciada e úmida. Isso favorece o prazer tanto do homem quanto da mulher. Ser sexualmente ativo durante a gestação é saudável e aumenta o vinculo afetivo entre o casal”, explica a Dra. Tânia Valladares, ginecologista e obstetra.

O sexo só é proibido ou restrito em algumas situações como sangramentos durante a gestação, patologia obstétrica, deslocamento da placenta, risco de aborto, perda de líquido amniótico entre outros casos. “Em casos especiais o sexo acaba sendo contraindicado, mas se a mulher não está tendo nenhuma complicação durante a gestação não há porque evitá-lo” argumenta a ginecologista e obstetra Dra. Tânia Vasconvellos. Por isso, o acompanhamento com o médico é essencial para uma gestação ainda mais saudável.

 Bolsa de Bebê

Uma vida sexual ativa deixa a saúde em dia e astral lá em cima

 

Imagine conquistar uma pele de porcelana, perder algumas calorias, renovar as energias e mandar o estresse embora em apenas alguns minutos? E o melhor, conquistar tudo isso a dois. Não que seja necessário, mas o sexo traz benefícios que vão além do orgasmo. “A sexualidade é um dos parâmetros utilizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para avaliar a qualidade de vida dos indivíduos   Sexo é um potente remédio natural, sem contraindicações. Só requer cuidados básicos como o uso de camisinha”,  comenta Miriam Fontana, ginecologista, terapeuta sexual e palestrante do Rio grande do Sul. Saiba o que algumas noites de amor com o seu parceiro podem fazer pela sua saúde.

No shape Quem nunca terminou uma transa extremamente suada? Pois bem, esse é o sinal que confirma o que você já imaginava: sexo emagrece. “Dá para enxugar até 150 kcal, o que corresponde a 20 minutos de caminhada. Consequentemente, diminui a concentração de gordura corporal, trazendo uma série de outros benefícios para a saúde”, revela a ginecologista.

Saúde de ferro Manter-se sexualmente ativo pode render de cinco a dez anos a mais de vida. “Mantendo três ou mais relações sexuais por semana, diminui em metade o risco de infarto agudo do miocárdio além da conquista do aumento de 30% da imunoglobulina A, responsável por fortalecer as defesas corporais. Com um sistema imunológico resistente, o risco de contrair doenças cai bastante”, garante. Nos homens, reduz o risco de câncer de próstata. “A ejaculação diminui os elementos cancerígenos que se acumulam no fluido seminal, prevenindo assim, a doença”, explica.

Corpo e mente sãos Não é apenas o amor que a deixa relaxada após uma noite de puro romance. Os neurotransmissores presentes no seu organismo tem tudo a ver com isso. “Fazer sexo aumenta a produção de endorfina e serotonina, responsáveis pela sensação de prazer e bem estar, redução do estresse e da ansiedade”, diz a médica.

Bela e belo adormecidos Os mesmos neurotransmissores que dão um chega para lá na ansiedade e nas tensões do dia a dia deixam você e ele mais relaxados. “Por isso, também regulam o sono”, completa Fontana.

Pele de seda Quando suas amigas brincam que você só pode estar apaixonada por causa do brilho da sua pele, parece até piada. Mas acredite, isso tem explicação fisiológica. “A atividade sexual aumenta a circulação sanguínea, deixando-a renovada. Como consequência, ocorre uma maior oxigenação das células da epiderme. Além disso, o nosso estado de espírito fica lá em cima e isso se reflete na pele”, explica.

10 coisas que fazem o ser humano feliz

Sexo e chocolate travam batalha na lista das principais fontes de felicidade

O site BuzzFeed reuniu uma série de estudos internacionais para montar uma lista das dez coisas que realmente fazem o ser humano feliz.

Chocolate e sexo são quase unanimidade nas pesquisas. Amigos e elogios, segundo estudos de centros universitários,  também trazem considerável melhora de humor às pessoas.

Confira a lista completa:

reprodução

Segundo pesquisas, cuidar de criança melhora positivamente o humor das pessoas

10. Cuidar de criança – Segundo um estudo da Universidade de Canterbury, na Nova Zelândia, cuidar de crianças deixa as pessoas muito felizes. Porém, um outro estudo apontou que cuidar dos próprios filhos é uma das atividades que as pessoas menos gostam.

9. Compras – Em 2011 descobriu-se que comprar alguma coisa deixava as pessoas mais felizes. Mas a mesma pesquisa detectou que o gasto em excesso pode afetar a vida erótica e, assim, diminuir a alegria de viver.

8. Religião – Entre 2005 e 2009, uma pesquisa mostrou que religião deixa as pessoas mais felizes. O resultado, no entanto, refere-se apenas a pessoas de países onde há falta de comida, trabalho ou assistência média – em países ricos não ocorre o mesmo efeito.

7. Exercícios – Outra pesquisa, compilada pelo site, apontou que as pessoas ficavam mais felizes quando se exercitavam. Mas a prática de exercícios físicos não está entre as dez coisas apontadas na pesquisa da Universidade de Canterbury.

6. Dinheiro – Um estudo inglês mostrou que dinheiro traz menos felicidade que sexo. Em um comparativo, fazer sexo uma vez por semana traz mais felicidade do que US$ 50 mil por ano.

5. Amigos – Segundo o estudo da Universidade de Canterbury, “socializar” é uma das atividades que mais deixam as pessoas bem humoradas.

4. Beber – A mesma pesquisa da Universidade de Canterbury, mostrou que mostrou que beber é a segunda atividade mais prazerosa para as pessoas, só perde para o sexo.

rerprodução

Estudos e pesquisas apontam o chocolate como uma das principais fontes de alegria e prazer

3. Chocolate – A rivalidade entre chocolate e sexo em estudos sobre prazer e felicidade é sempre grande. Um dos mais recentes, feito em 2011, apontou que as mulheres preferiam um ótimo sexo a um chocolate.

Um segundo estudo, porém, apontou que 52% das mulheres escolheriam chocolate em vez de sexo quando querem melhorar o humor.

Já um terceiro mostrou que 39% das mulheres solteiras das solteiras preferiam ficar sem sexo durante um ano a abrir mão do chocolate.

2. Sexo – O pesquisador Carsten Grimm, da Universidade de Canterbury, pediu às pessoas que respondessem, por mensagens de texto, em qual ocasião foram mais felizes. Sexo foi apontada como a atividade mais prazerosa.

1. Elogios – Uma das pesquisas mais inusitadas, compilada pelo “BuzzFeed” – patrocinada por uma empresa de refrigerantes – mostrou que ser elogiado molhara o humor de 41% das mulheres, índice maior do que o sexo ou chocolate.

 

E você o que o  que mais te faz feliz?

Se ele dorme depois do sexo, é bom sinal

Pesquisa revela que o sono depois do sexo pode significar desejo por afeto e conexão.

Se depois do sexo, o parceiro não demonstra pressa de ir embora e cai no sono, talvez seja melhor você começar a se preparar para um relacionamento. Uma pesquisa realizada em parceria entre a Universidade de Michigan e o Albright College, da Pensilvânia, revelou que dormir depois da transa indica que ele está procurando maior conexão e afeto.

O estudo contou com a participação de 456 entrevistados, que responderam um questionário online de forma anônima sobre suas experiências e desejos em relação à parceira sexual. Depois de análise, os especialistas constataram que dividir a cama depois do sexo é uma forma de estreitar laços.

A pesquisa revelou ainda que aqueles que preferem ficar são os mesmo que tendem a acariciar e conversar com o outro na cama.

Sexo e yada, yada, yada

EU AMEiii essa matéria do bispo Renato Cardoso, então precisei colocar aqui para vocês lerem, espero que gostem!!

E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu… Gênesis 4.1

Opa, devagar! Vamos ler o verso acima de novo: E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu. Espera aí… Num minuto Adão está conhecendo a Eva e no outro ela já está grávida? O que é isso? Gravidez por aperto de mão? Um simples oi e ela já tem um bebê?

Claro que não. Você vai descobrir agora a palavra usada na Bíblia para relações sexuais: conhecer.

Nas Escrituras, quando alguma referência era feita ao ato sexual, a palavra usada no hebraico era yada, que carrega todos estes significados:

yada: conhecer, perceber, notar, observar, descobrir, experimentar, se preocupar com, entender, respeitar, se deixar descobrir, se familiarizar com, se dar conta de

Note nessas palavras o uso da inteligência, da mente, o cuidado um com o outro, a lenta exploração do que é a outra pessoa. Não se percebe pressa, egoísmo, nem apenas um simples prazer carnal. O ato conjugal, conforme idealizado por Deus, é o ápice do conhecimento mútuo entre o homem e a mulher. É o encontro e a troca de corpos, almas, e espíritos. É a entrega total de um para o outro, com o intuito primordial de colocar o prazer da outra pessoa em primeiro lugar.

Compare isso com o que as pessoas entendem por sexo hoje em dia. A banalização do sexo trouxe uma conotação de algo que você pode ter com qualquer pessoa. Não é preciso compromisso. Casar? É opcional. Não é preciso nem saber o nome da outra pessoa, que dirá conhecê-la. É só um momento de prazer. Uma ejaculação. Alguns “ahs” e “uhs”, às vezes nem isso. Prazer mais dele do que dela. Tirar vantagem. Transar. Ficar.

Mas não é somente o sexo informal entre pessoas descompromissadas que está banalizado. Até entre os casados, a ignorância tem lhes roubado o verdadeiro prazer e a alegria do ato conjugal. Para muitos, é algo mecânico. Uma tarefa maçante. Um fardo.

Quando o casal parte para o ato conjugal apenas pensando em sexo, no seu próprio prazer orgástico, eles estão perdendo a essência do que realmente estão fazendo. Estão praticando o sexo, não o ato conjugal. Estão apenas emprestando os corpos e ignorando seus donos. Por isso que depois do ato, muitos se sentem até mais distantes um do outro do que antes. Um senso de terem sido usados.

O ato conjugal é a base do seu casamento. É o momento para vocês se conhecerem, se explorarem, se entenderem como em nenhuma outra situação que possam passar juntos.

Mas para que isso aconteça, vocês têm que resgatar o verdadeiro sentido do que Deus criou e designou como “relação conjugal”. Uma responsabilidade especial sobre isso cai sobre o marido, pois ele é quem deve buscar conhecer sua esposa com o objetivo de realizá-la sexualmente. Ele deve colocá-la em primeiro lugar, demorar o seu próprio prazer para que ela alcance o dela. E antes mesmo das preliminares, sem nem estar pensando em sexo, em todos os outros momentos, ele deve buscar conhecer sua mulher. Notá-la. O que se passa na cabeça dela? Quais os seus sonhos? Seus temores? Suas necessidades?

Ela por sua vez, quando se nega a ter relações com o marido, está colocando uma barreira entre os dois. Ao mesmo tempo que almeja um marido mais próximo, amigo, e carinhoso, ela o afasta quando resiste a intimidade sexual. Tiro pela culatra.

Deixe-me abrir o verbo:

Mulher, Deus lhe fez um ser altamente sensual para que seu marido ficasse louco por você. Ele quer tê-la. Por isso ele lhe procura. Não pense que ele é um pervertido por isso. Não o rejeite. Mas é claro, aproveite a motivação dele para fazê-lo conhecê-la melhor, ser mais íntimo de você. Não apenas entregue seu corpo, sem que ele trabalhe para se unir à sua alma e espírito também.

Ah, se os casais voltassem ao plano original…

Quem quiser conhecer o Blog do Bp Renato cardoso, clique aqui!

Idéias criativas podem fazer toda diferença!


Que sex shop que nada! Sem passar perto das butiques eróticas e sem gastar nenhum tostão podemos transformar objetos do nosso dia-a-dia em interessantes apetrechos sexuais. Basta liberar a imaginação e dar uma boa olhada em volta. Vejamos: aquele espelho, hem? Pode render um bom ângulo. E a vela com aroma de frutas que você ganhou da tia-avó? Ela não imaginava, mas pode-se criar uma iluminação pra lá de especial para os momentos íntimos. E as luzes de Natal? Até elas ajudam na produção de uma noite inesquecível de prazer. Leia as dicas de pessoas comuns e também de sexólogos e professores de arte sensuais e comece hoje mesmo. A sua casa nunca mais será a mesma. Nem você.

1. Lenços: “Lenços de seda ou de outro tecido bem macio servem para amarrar os braços do parceiro. Preso, ele será um campo de experiências maravilhosas. Toque-o com a língua na coxa, depois no pescoço, braços, púbis e… vá alternando os toques que deverão ser rápidos. Evite que seu corpo encoste no dele, tente tocá-lo apenas com a língua. Faça isso por cerca de 15 minutos e, a seguir, você poderá ‘conceder’ toques mais longos e íntimos”, sugere professora de artes sensuais Regina Racco.

2. Espelho do armário:
“Meu namorado adora que eu faça um strip-tease pra ele com a porta do armário aberto, onde tem o espelho de corpo inteiro. É bom porque ele sempre tem visão frente e verso do meu corpo”, ensina a professora de inglês Priscila M., de 28 anos.

3. Creme hidratante: “Faça uma massagem sensual no parceiro usando um creme hidratante perfumado, desse que todo mundo tem em casa. A criatividade, desde que não agrida a nenhum dos dois, é bem-vinda e traz cumplicidade para a relação”, sugere a sexóloga Glene Faria.

4. Escova:
“Se não for muito dura, pegue a escova de cabelo no armário do banheiro e massageie, principalmente, costas, braços e pernas dele. Uma escova de dentes macia ou de bebê pode servir para massagear entre os dedos do pé e da mão, atrás da orelha, na virilha e em torno do pênis”, dá a dica a professora de artes sensuais Regina Racco.

5. Echarpe:
“Você pode estar nua ou com uma bela lingerie e se enrolar numa echarpe, de tamanho grande. Depois de tirá-la de modo bem sensual, pode passá-la ao redor do pescoço de seu amado, puxá-lo para você, dominando-o. Poderá vendar os olhos do amado com ela e brincar com o corpo dele, usando suas mãos, procurando despertar-lhe novas e deliciosas sensações”, sugere a personal sex-trainer da PinkChik, Ellen Louise.

6. Ventilador:
“Gosto de me exibir para o meu namorado na frente do ventilador. O cabelo fica com um ar selvagem, de capa de revista. Além disso, depois que o sexo começa, o ventinho pelo nosso corpo nu ajuda a intensificar o desejo”, conta a designer Vera L., 26.

7. Sair da cama: “Para espantar a rotina, o casal pode optar por transar sobre diferentes móveis da casa, como em uma cadeira ou em cima da mesa da sala”, opina a sexóloga Glene Faria.

8. Barrinha de chocolate:
“Todo mundo tem em casa e serve para massagens íntimas. Utilize com moderação, porque engorda”, brinca Regina Racco.

9. Cinto: “Uma vez, meu marido prendeu meus braços para trás usando o próprio cinto que eu estava usando. Foi uma loucura e ele pôde fazer o que quis comigo. Quando ele me soltou, brinquei de bater nele com o cinto. Aí começamos uma nova fantasia”, revela a musicista Márcia B., 33.

10. Talco: “Em vez de óleos ou cremes, experimente fazer uma massagem com talco, porque ele proporciona sensações diferentes. Não tem em casa? Então, use a minha receitinha do talco sedução: pegue quatro colheres de amido de milho (maisena) e misture com duas colheres de canela em pó. Guarde em uma caixinha. Utilize esse talco na massagem sensual. Mas prepare-se porque esse talquinho é explosivo. A canela é afrodisíaca e por certo a noite será longa”, afirma a professora de artes sensuais Regina Racco.

11. Gravata: “Pegue uma gravata e vende os olhos dele. Dessa forma, ele terá que aguçar outros sentidos além da visão durante a relação sexual. Você pode usar também um cachecol para tapar os olhos dele”, indica a sexóloga Glene faria.

12. Cubos de gelo:
“Em uma noite quente, use gelo para massagear em torno dos mamilos. Coloque na boca e comece o sexo oral. Em seguida, beije-o”, sugere Regina Racco.

13. Luzes de Natal:
“Todo ano, antes de guardar no alto do armário os enfeites de Natal, coloco as lâmpadas coloridas ao redor da cama. Com tudo apagado e só elas piscando, fica um clima super legal – meio de motel, meio de Hollywood. Adoro!!!”, sugere a musicista Liliane P., 30 anos.

14. Mel ou leite condensado: “É importante valorizar os órgãos dos sentidos na brincadeira a dois. Para estimular o paladar, mel e leite condensado são boas pedidas”, dá a dica a sexóloga Glene Faria

15. Pétalas de rosas: “Quando meu marido me dá flores, coloco no vaso e espero os dias passarem. Quando elas estão murchas, em vez de jogar fora, retiro pétala por pétala – elas são muito preciosas. Tem vezes em que tomamos banho com elas, porque dizem que atiça a paixão. Noutras vezes, faço um caminho de pétalas até a cama e jogo o resto sobre os lençóis. É bom variar, né?”, diz a vendedora Neide S., 31.